segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Descubra Por Que a Maioria das Dietas não Funcionam! (95% Delas Irão Falhar!)


Você gostaria de saber a verdade por trás das maiorias das dietas que a indústria do emagrecimento lhe vende? Esta informação você não vai encontrar em qualquer lugar, pois ela poderia acabar com a maior parte do lucro das empresas que ganham dinheiro com dietas milagrosas e suplementos duvidosos!

O conteúdo deste artigo não serve para difamar nenhuma marca ou produto em específico. Nós, do site Emagrecimento Efetivo, acreditamos que uma alimentação equilibrada, associada à prática regular de atividade física, seja a melhor forma de você alcançar seu objetivo de peso ideal. Mas também acreditamos que existem recursos que nos ajudam a perder peso de forma mais rápida, como suplementos alimentares, massagens redutoras e técnicas dietéticas mais avançadas. 

O que vamos abordar neste artigo é a realidade de milhões de pessoas espalhadas pelo mundo que pulam de dieta em dieta, sempre procurando uma alternativa rápida e fácil, e nunca alcançam nenhum resultado satisfatório. Mas por que será que isso acontece, já que a mídia sempre nos mostra um caminho que parece tão fácil? 

A verdade é que nem sempre somos expostos à informação completa. Ficamos com apenas uma parte da verdade, e acabamos sofrendo os prejuízos da falta de informação! Por isso quero convidar você a ler este artigo até o final e descobrir o porquê a maioria das dietas não funcionam...


Perder Peso Não é uma Ciência Exata


Muitos acreditam que existe uma fórmula mágica para se alcançar um objetivo relacionado à emagrecer e perder peso. Estas pessoas tem a tendência de seguir tudo que é falado nas propagandas e nos programas de televisão, nas revistas ou até mesmo na internet. 

O pior de tudo é quando alguma amiga ou alguém da família diz que tal dieta ou tal método funcionou pra ela. A tendência acaba sendo da pessoa querer seguir os mesmos passos, e na maioria das vezes acaba se frustrando.

Nós não podemos ignorar que cada corpo funciona de um jeito diferente, pois fatores como idade, genética, sexo e doenças, podem influenciar no metabolismo de cada um.

Muitos pensam que basta cortar a quantidade de calorias ingeridas ao dia e terão resultados surpreendentes no fim do mês. Começam bem, mas no decorrer das semanas, percebem que pararam de emagrecer e não entendem a causa. Até que passam a restringir a quantidade de calorias de forma extrema, diminuindo a ingestão de nutrientes importantes para o bom funcionamento do corpo. A partir daí começam as fraquezas e as tonturas. Mas no final, o sacrifício não gerou o resultado esperado. Por quê?

Porque quanto mais se restringe a quantidade de calorias consumidas, menos gordura o corpo irá queimar, pois o mesmo irá reservar o que tem em estoques para sua sobrevivência. É um processo natural do corpo.

A conclusão é que dietas restritivas vão fazer você passar fome, mas não vão ajudar você a emagrecer!

Existem outros tipos de dietas que não são baseadas em restrições calóricas, mas apenas na restrição de alguns alimentos, como a dieta da proteína, na qual você restringe o consumo de carboidrato, ou a dieta paleolítica, onde você evita o consumo de alimentos processados e industrializados. 

Independente da dieta escolhida, você deve entender que seu corpo vai responder de maneira diferente do corpo de outras pessoas. Cada um possui sua forma de responder às dietas. Uns emagrecem mais que outros nos primeiros dias. Outros já emagrecem mais nos últimos dias. 


Conclusão Previsível!


Eis o porquê a maioria das dietas não funcionam. Porque as pessoas se comparam umas com as outras e desistem no meio do processo! 

Se você quer ter resultado em qualquer dieta, tome uma decisão: NÃO DESISTA! Não importa o método escolhido, vá até o final! 

Mas siga apenas dietas validadas por nutricionistas e profissionais da área, pois como falado anteriormente, muitas dietas são perigosas pois restringem tanto o consumo de calorias, que acabam restringindo também o consumo de nutrientes essenciais para nossa saúde.